Como se alimentar bem durante as festas de fim de ano

Tempo de leitura: 2 minutos

Refeições tradicionais da época também podem ser equilibradas e nutritivas

As festas de fim de ano chegaram e, com elas, aquela overdose de comida gostosa. Como lidar com uma mesa cheia de tudo o que você gosta?
– Com bom senso e equilíbrio!
Quem sou eu para mudar a tradição familiar da ceia de Natal? Quero apenas compartilhar algumas dicas – porque o X da questão não é entre o Natal e o ano novo, e sim entre o ano novo e o próximo Natal!
Anote aí:

Salada

Prepare uma linda salada com vários tipos de folhas e adicione frutas e oleaginosas em lascas “para decorar”, como figo, pêssego, maçã, nozes, castanhas etc. A união das frutas, folhas e oleaginosas irá proporcionar à sua salada boas gorduras e fibras que aumentarão sua saciedade.

Porção ideal: à vontade!

Prato principal

Na hora do prato principal – peru, tender, etc. – lembre-se que as proteínas proporcionam saciedade, então coloque uma porção generosa.
Porção ideal: 150 a 250 gramas

Acompanhamentos

Os acompanhamentos são muito variados, mas um é o “ator principal” e nunca falta: arroz!
Use sua imaginação na preparação de seu arroz: à grega, birô birô, com frutas secas etc. A dica aqui é adicionar aveia, ela aumentará os nutrientes, não irá modificar o sabor e se você não contar ninguém irá descobrir
O ingrediente especial é rico em fibras, principalmente beta glucana, aumentando a saciedade e reduzindo a absorção de gorduras (das carnes) e açúcares (dos carboidratos). Para cada xícara de arroz cru, utilize ½ de xícara de aveia em flocos finos ou farelo e adicione somente quando desligar o fogo e seu arroz estiver pronto.
Porção ideal: 1 colher de servir.

Sobremesa

Na hora da sobremesa, a rabanada também não pode faltar. O que você pode fazer para reduzir as gorduras e os açúcares é trocar o leite integral pelo desnatado, trocar o leite condensado pela versão light e o açúcar refinado por adoçante de forno. Além disso, vale também assar as rabanadas em vez de fritar. Faça um teste antes ;-)
Porção ideal: 1 a 2 rabanadas

Lembrete: Não tenha pressa de comer tudo que está na mesa na ceia de Natal, porque ela não é a última refeição da sua vida e você terá o almoço de Natal no dia seguinte!

Se você já começou a degustar panetone desde novembro, então que tal deixá-lo fora da ceia e comê-lo como sobremesa do almoço de Natal? E, se quiser uma outra sugestão, faça como os italianos: sirva o panetone com zabaione, uma calda quente feita a partir de gemas, açúcar (pode ser substituído por adoçante de forno e fogão) e vinho marsala. Fica maravilhoso!
Porção ideal: fatia média

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *